05 Maio 2022
Notícias

Saiba quanto vai pagar a mais pela prestação da casa

Já lá vão alguns meses desde que a taxa de juro de referência para o crédito à habitação (EURIBOR) começou a subir, tendência que se intensificou no mês de abril e se irá refletir no custo da prestação da casa já este mês.

Caso a taxa de juro do seu crédito à habitação seja revista durante o mês de maio, prepare-se para pagar mais 1 a 7% pela prestação da casa nos próximos meses (3, 6 ou 12), consoante a taxa indexante associada ao seu contrato.

A taxa indexante associada ao seu empréstimo irá determinar quanto vai pagar até à próxima revisão da mesma — nos contratos indexados à EURIBOR a 3 meses a prestação da casa sobe 1%, a 6 meses 3% e a 12 meses 7%. Nos contratos a 6 e a 12 meses, o custo do crédito à habitação irá sofrer o maior aumento desde a crise financeira de 2011.

SIMULAÇÃO

150 000 € — 30 anos — SPREAD 1% + EURIBOR 3 meses = + 5 € mês

150 000 € — 30 anos — SPREAD 1% + EURIBOR 6 meses = + 14 € mês

150 000 € — 30 anos — SPREAD 1% + EURIBOR 12 meses = + 20 € mês

Mas há boas notícias!

SUBIR é a tendência da EURIBOR para os próximos tempos, mas continua em níveis baixos, ou seja, o custo da prestação da casa está longe dos valores observados na última década e a EURIBOR a 3 e a 6 meses deve manter-se em terreno negativo até 2023.

O aumento do custo da prestação da casa é uma consequência direta da subida da EURIBOR, que se intensificou no último mês, devido à possibilidade de o Banco Central Europeu subir as taxas de juro diretoras para travar os preços.

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar na nossa página, está a aceitar a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa Política de Privacidade e os Termos de Uso.